Escrever parece uma missão difícil, muitas vezes impossível. Porém, escrever uma postagem para o blog é muito importante para o sucesso do seu marketing. Você provavelmente já escutou que os artigos são peças fundamentais para gerar tráfego qualificado para o seu site e consequentemente gerar leads e influenciar clientes. Por isso é importante que você saiba como iniciar um blog e escrever artigos que irão contribuir para o seu negócio. 

Pare agora de criar desculpas para não começar logo a gerar conteúdo para o seu blog. Você tem pensado que não consegue escrever de forma consistente e nem sabe por onde começar? E o pior, você não gosta de escrever e não tem tempo pra isso. Então, meu amigo, se você deixar que esses obstáculos te vençam, irá desperdiçar a real chance de agilizar o seu SEO, se promover nas redes sociais e ter mais páginas com frases de atração que geram leads qualificados.

 

O que é um blog?

O blog é uma página on-line, atualizada com frequência e é uma abreviação de web (teia) + log (registro). Os blogs deram início nos anos 90 e permitiam transformar um site em um diário digital. Essa modalidade de website tornou-se popular na época, pois era fácil criar e atualizar o conteúdo. Atualmente, os blogs transformaram-se em canais de expressão individual e oferecem conteúdos especializados em diversas áreas. 

O blog é uma parte muito importante de um site, basicamente contém a alma do negócio. Não há razão para não fazê-lo e nesse artigo vou ensinar um jeito simples para fazer isso rapidamente. E como fazer isso? Primeiro, você precisa saber realmente sobre o que está escrevendo. Se é especialista em sua área, imagine quanto conteúdo, quanto conhecimento você já acumulou ao longo de sua carreira? 

O que você precisa agora é aprender a escrever diariamente, sentar e aplicar o marketing de conteúdo na sua empresa. E como?

 

1- Entenda seu público.

Muitos empreendedores acreditam conhecer o público-alvo do negócio, porém, de fato você sabe do que eles gostam, o que as pessoas querem saber ou quais as dificuldades que eles encontram e você poderia ajudá-los? Antes de escrever dedique-se a conhecer e entender o seu público. Nessa etapa é importante criar as personas dos compradores, definir as personalidades e interesses dos consumidores dos seus produtos e serviços para direcionar os assuntos do blog com assertividade. 

Por exemplo, se seus leitores são experts em gastronomia, você provavelmente não precisará escrever sobre técnicas de higienização de alimentos, logo que eles já possuem conhecimento para tal. Você pode, no entanto criar temas que atendam as expectativas do público, como utilizar vieiras na culinária, ou aprender a fazer aquele jiló premiado com emulsão de tangerina com mostarda. 

 

 

2- Tenha um domínio profissional

Você precisa ter um domínio ou subdomínio para iniciar seu blog e escolher um serviço de hospedagem de domínio da web. A menos que você queira escrever para outros blogs, mas a verdade é que todo blogueiro deseja ter seu próprio site. Seu blog ficará assim: seublog.com.br ou suacompanhia.com.br/blog.

 

3- Personalize o tema do seu blog

Nessa etapa você precisará profissionalizar a sua identidade visual e mantê-la alinhada com o conteúdo que será abordado no blog. Se o site já existe inicie postagens com assuntos consistentes e relacionados ao seu segmento, isso também vale para as imagens.

 

4- Defina tópicos para as postagens

Em qualquer segmento que você atue provavelmente sua empresa atua em algumas áreas especializadas, por exemplo, se você é advogado e trabalha com direito trabalhista, direito empresarial e direito da família, são esses tópicos que devem ser abordados. 

 

5- Crie um título de trabalho

Depois  de definir os tópicos, você pode criar alguns títulos de trabalho diferentes. Por exemplo, 10 direitos trabalhista que você deve saber, Tudo que você precisa saber sobre rescisão contratual ou O que é direito de Família? Definindo um título específico você já pode começar a escrever!

 

6- Escreva uma introdução atraente

Lembre-se que todo site está sujeito à taxa de rejeição, ou seja, os primeiros instantes da leitura podem prender a atenção do leitor ou fazer com que ele disperse e vá buscar a informação que deseja em outro blog. A alta taxa de rejeição fará com que o seu conteúdo fique mal posicionado no ranking dos sites buscadores, por isso é importante ter empatia com o público, incluir fatos e estatísticas interessantes, agregar com a sua experiência e também buscar resolver algum problema do leitor para que ele possa melhorar sua vida financeira, afetiva ou profissional. 

 

7- Organize seu conteúdo em etapas

Muitas vezes um escrever um único artigo sobre determinado tema será muito pouco, ao mesmo tempo um artigo muito longo pode cansar o leitor ou afastá-lo logo no início. O truque é dividir o conteúdo em etapas, fazer listas, seções e subseções, aba de dicas ou cases de sucesso de forma organizada.

É importante gerar conteúdos genéricos e detalhados, dessa forma é importante responder: O que é? Como fazer? Qual a diferença de x para y? Separar o conteúdo e descrever a postagem, bem como estabelecer os pontos a trabalhar irá facilitar a leitura do conteúdo. 

 

8- Escreva sua postagem!

Somente a prática leva à perfeição. Após todas as etapas anteriores o próximo passo é escrever o artigo, mãos à obra? Se chegou a fazer enquetes sobre o que o público deseja saber inicie respondendo algumas questões, mas sempre escreva sobre o que você sabe e domina, reúna dados, faça pesquisas e utilize exemplos.

 

9- Edite / revise sua postagem e corrija sua formatação

É muito comum quando criamos algum tipo conteúdo deixarmos passar erros sem perceber, por mais que revisemos nossa visão tende a ficar “viciada”, por isso é importante pedir para outras pessoas revisarem o texto. Existem profissionais especializados em revisão de textos, mas caso não queira contratar alguém busque a ajuda de um amigo que possua bom domínio da gramática portuguesa. 

Outro ponto importante é escolher imagens atrativas e relevantes para a postagem, com licença de uso gratuitas para não ter aborrecimentos com os direitos autorais. Estudos apontam que conteúdos com imagens recebem 94% mais visualizações do que sem imagens. Mas atente-se para não utilizar imagens poluídas, de mal gosto ou sem sentido. Aposte no clean e busque um bom banco de imagens. 

Além disso, mantenha o mesmo padrão de bordas das imagens, verifique se os cortes estão perfeitos e a imagem está em alta resolução, ou seja não está pixelizada. Já reparou na identidade visual de alguma marca famosa? Pense na cor laranja do banco Itaú, você nem precisa identificar o logotipo da marca para saber que se trata do banco. Isso é ter uma boa identidade visual! 

Tópicos / Tags

Tags são palavras-chave específicas voltadas para o público que descrevem uma postagem. Elas também permitem que os leitores procurem mais conteúdo na mesma categoria em seu blog. Evite adicionar tags em excesso em cada publicação, escolha 10 a 20 tags e utilize termos relevantes. Possuir a estratégia certa fará com que o seu conteúdo seja visto pelo público certo.

10- Insira uma chamada para ação (CTA) no final

O Call to action (CTA) é um termo em inglês que significa chamada para ação, ou seja é um estímulo a algum tipo de ação. No final de cada postagem do blog, você deve ter um CTA,  que indique o que você quer que o leitor faça a seguir: Inscreva-se no Canal, Baixe Agora o E-Book Gratuito!, Cadastre-se na Lista VIP. O leitor interessado na ação clicará no botão de ação e será considerado um lead, após o cadastro você saberá que esse lead possui interesse no tema e pode produzir mais conteúdo semelhante para alimentar essa lista.

11- Otimize o SEO da página

Após a conclusão do artigo, utilize palavras-chave para otimizar sua postagem para pesquisas. O Google é uma plataforma inteligente, por isso é importante tomar alguns cuidados para não perder ranqueamento em vez de ganhar: utilizar palavras-chave fora de contexto, repetir excessivas vezes a mesma palavra na mesma página por exemplo (o ideal são no máximo duas), copiar artigo de outros blogs (ambos os blogs serão penalizados e perderão ranqueamento), por isso não deixe que seu conteúdo seja copiado por aí, solicite o uso de link building. Outro ponto é deixar a URL muito longa e sem otimização, por exemplo, seublog/artigocompletoversaofinal123456789. O texto deve ser agradável e de fácil leitura, dessa forma, o Google irá reconhecer como um artigo de alta relevância e premiar o seu site por isso.

Quer saber o que é SEO e como ser encontrado no Google? Clique aqui.

Alguns complementos:

 

Meta Descrição

Meta descrições são as descrições abaixo do título da página da postagem nas páginas de resultados de pesquisa do Google. Eles fornecem um breve resumo da postagem antes de clicar nela. Eles possuem entre 150-160 caracteres e começam com um verbo, como “Aprenda”, “Leia” ou “Descubra”. Embora as meta descrições não sejam mais um fator no algoritmo de classificação de palavras-chave do Google, elas fornecem uma chamada instantânea levando a atenção do leitor para o assunto e podem ajudar a melhorar sua taxa de cliques na pesquisa.

 

Título da página e cabeçalhos

Uma dica é incluir no título da sua postagem o SEO, ou seja as palavras-chave que o seu público pesquisa normalmente, mas faça isso naturalmente. Não complique demais o título, tente mantê-los curtos e objetivos, com menos de 65 caracteres, para que eles não sejam truncados nos resultados dos mecanismos de pesquisa.

Texto âncora

Texto âncora é a palavra ou palavras que apontam para outra página – no seu site ou em outro site. Selecione com cuidado quais palavras-chave você deseja vincular a outras páginas do seu site, porque os mecanismos de pesquisa levam isso em consideração ao classificar sua página para determinadas palavras-chave. 

Otimização para celular

Desde 2015 o Google penaliza sites que não são otimizados para dispositivos móveis. Isso garante a melhor experiência do usuário, logo que o site acessado pelo celular ou tablet não ficará desformatado, com imagens e textos cortados ou fora do lugar impossibilitando a leitura ou a navegação fluida. 

 

 

12- Escolha um título atraente

Seja assertivo e claro na hora de escolher o título, porém mantenha-o atraente, ou melhor matador! O ideal é que ele se atenha a 65 caracteres ou menos, mas títulos muito curtos também não são tão atrativos. O critério é avaliar se você mesmo clicaria no link lendo o título. Se ficou sem sentido para você, imagine como as pessoas se sentiriam? 

E, lembre-se, escrever artigos para blog é uma forma de educar ou alfabetizar o seu público sobre determinado assunto e quanto mais postagens você criar mais seus leitores estarão preparados para consumir e investir nos serviços que você oferece. 

 

Gostou do artigo e quer saber mais sobre o assunto? Envie sua pergunta para nosso e-mail: [email protected]

Continue acompanhando nosso blog: https://www.marketingbuzzstation.com.br/blog/

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/marketingbuzzstation/

 

Não se esqueça de compartilhar este post!