Nas redes sociais faça um marketing bem feito ou não faça nada. Essa afirmação parece radical para você? Pense comigo, no momento em que esta matéria foi escrita, havia 1,748.888.378 sites em todo o mundo, de acordo com o site Internet Live Stats. A cada segundo três novos sites são criados. Porém, de acordo com estimativas do Internet Live Stats, 75% dos sites já criados não estão ativos, ou seja, estão desatualizados, sem frequência de postagem e caem no esquecimento após três meses. O cenário pode parecer pessimista, a não ser que você se esforce para não ser mais um nesse marzão de marcas na internet e sim, que invista em um marketing bem feito, qualificando o seu site e conteúdos criados. Vamos aos porquês.

 

 

Uma boa notícia é que as buscas no Google é quatro vezes maior ao número de sites existentes no mundo, ou seja as pessoas estão buscando conteúdos a todo momento, porém será que o seu site será encontrado nos principais buscadores do país? Há algum tipo de investimento em marketing? Se você é um profissional de marketing, publicidade ou área afim da comunicação já sabe que o aprimoramento deve ser constante, que a concorrência anda feroz e a geração Y domina as principais mídias do mundo. Então como se destacar frente a tantos empecilhos? O primeiro passo é compreender que demora-se muito tempo para construir uma reputação, seja ela digital ou não e pouco tempo, às vezes um clique para deixar tudo à perder. O segundo passo é entender que você pode criar conteúdos, perder horas de trabalho e suor e simplesmente nada acontecer. Já passamos da fase em que blogs eram utilizados como diários, você não vai querer ficar sozinho nessa, não vai?

 

 

Além disso, se você não tiver preparado para responder questionamentos, críticas ou perguntas básicas da sua audiência, é melhor que você não esteja lá. Melhore seu atendimento, sua equipe de suporte, faça cursos na área ou simplesmente contrate especialistas.

 

Como saber se você faz um bom marketing?

Você tem resultados? Curtidas, comentários, compartilhamentos não são resultados, porque você pode ter isso e não vender. Algumas grande marcas de entretenimento nas redes sociais possuem milhões de fãs, porém encontram dificuldades na hora do e-commerce e é mais comum do que possa imaginar. A pergunta é: Você vende? Se sim, seu marketing está no caminho certo.

Quer saber como escrever uma postagem no blog? Clique aqui.

 

O que você pode conseguir se fizer um bom marketing?

Por experiência própria afirmo:

 

Tá bom pra você ou quer mais? Por isso é importante me escutar, pare o que está fazendo, pare o que não te leva a lugar algum. Você já criou um plano de negócios? Já tem estratégias para atingir o seu público? Sabe onde está se metendo? Lembre-se, não seja mais um 😉

 

 

O fato é que o posicionamento nas mídias é uma extensão do posicionamento que a marca contrói no mundo físico. Em ambos universos procuramos ofertar as melhores experiências e buscar uma congruência entre eles, ou seja, o cliente deve ser bem atendido no ambiente online e presencial. Portanto, nada de contratar a sua secretária ou seu vendedor para responder mensagens da internet. Cada profissional tem uma especialidade, a linguagem muda, assim como as técnicas usadas para persuadir e efetivar vendas.

 

Como é vender nas redes sociais?

É vender, sem vender. Venda direta não funciona, exceto em alguns casos. Aquele marketing agressivo e intrusivo ficou para trás. Mas você pode vender ideias, conceitos, valores aí sim, você vai vender e muito! Vender sem vender não é postar algo motivacional e esperar que alguém compre de você, não é gravar um vídeo e esperar a chuva de likes, vender sem vender é se importar primeiro e vender depois, é dar primeiro e receber depois. Você consegue saber se está disposto a dar mais que receber?

 

Um bom termômetro é medir alguns componentes das suas publicações. Seu conteúdo é morno? Sem tempero e sem personalidade? Pois é! Seu conteúdo é engraçado demais e ninguém leva seu produto a sério? Você até contratou um Social Media mas você quer pagar R$ 100,00 pra ele fazer você bombar na internet, fazer 6 dígitos em 7 e ainda ser chamado para dar entrevista no Pedro Bial? Pois éeee!! Tudo nessa vida tem um preço, se quiser algo esteja disposto a investir certo 😉

 

Leia o artigo Marketing de Conteúdo: por que usar na sua empresa?

O que pode ter acontecido que você investiu em marketing digital e não chegou lá?

1- Falta de comunicação (o dono da marca não se comunica, a equipe de comunicação não ontem retorno sobre suas questões, fotos, textos, dúvidas, e o trabalho fica incompleto.

2- Você contrata vários tipos de profissionais, cada um em um lugar diferente, sendo que uma só empresa poderia fazer tudo. Não fideliza sua equipe e colaboradores e vive jogando a culpa da falta de resultados para eles.

3- Você investe em em plataformas e anúncios patrocinados, mas não quer reformular o site que tem um erro craso, porque acha que ele está lindo e perfeito e vc já investiu muito dinheiro nele.

4- Você acha que tem mais conhecimento de marketing digital que sua equipe e que eles devem te servir para todas as alterações malucas que vem na sua cabeça. Como jogo de ping pong você precisa mandar a bola pro outro lado e o outro lado precisa voltar com a bola. Que jogo chato seria que apenas um lado jogasse a bola toda vez.

 

Gostou do artigo e quer saber mais sobre o assunto? Envie sua pergunta para nosso e-mail: [email protected]

Continue acompanhando nosso blog: https://www.marketingbuzzstation.com.br/blog/

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/marketingbuzzstation/

 

[avatar user=”Maira Hess” size=”thumbnail” align=”left” link=”buzzstation.com.br”]Escrito por Maira Hess[/avatar] Públicitária e Assessora de Comunicação. Especialista em Inbound Marketing, Marketing Digital e Marketing de Conteúdo.